sábado, 10 de setembro de 2011

Definições do Gênero Fantástico de acordo com Tzvetan Todorov

Eis um quadro provisório que montei para estruturar os conceitos e definições do estudioso Tzvetan Todorov no livro Introdução à Literatura Fantástica.
 
Convido os amigos a discutir/acrescentar/desenvolver os tópicos apresentados. Quem sabe não conseguimos responder àquelas perguntas do tipo “isso é Ficção Científica?”, “o que é o Fantástico para você?” ou “qual a diferença entre esse e aquele subgênero?” que sempre nos cercam.

6 comentários:

Guto Ferreirinha disse...

Faltou a explicação referente ao Fantástico Puro, que Todorov aponta como a linha de divisao do fantástico estranho e do fantástico maravilhoso (sendo esse segundo, o que ele chama o mais próximo) e embora seja dificil de enco trar, e o fantastico puro co stitua-se, muitad vezes, em passagens, há os livros que mantem o grau máximo de hesitação do inicio ao fim e "até mesmo depois de se fechar o livro".
E pelo que me lembro, e corrija-me, por favor, caso esteja errado, o fantadtico estranho é aquele em que o fantastico (hesitacao)mantem-se em grande parte, mas ao fim, admite-se a explicacao racional.

Desculpe-me alguns erros de pontiacao ou digitacao. Escrever pelo cel é complicado

Abraços!

Octavio Aragão disse...

Oi, Guto.
Lembro que quando compus o quadro, houve algumas adequações, mas nada muito sério ou que não estivesse englobado nas definições demonstradas. Mas concordo que está mais do que na hora de revisar o gráfico.

Leonardo Peixoto disse...

Você havia dito que A Mão Que Pune seria dividida em três partes , e que a primeira passaria a ocupar o livro inteiro ! As outras duas partes terão livros próprios ?

Thay Gomez disse...

MUITO OBRIGADA!
Octavio, eu só queria tirar uma dúvida.
Como Todorov define GÊNERO? Li o livro de ponta a cabeça e não descobri.
Att,
Thay

Octavio Aragão disse...

Thay, não recordo se ele especifica "gênero", acho que não, mas precisaria reler.

Octavio Aragão disse...

Leonardo, A Mão Que Pune 1890 está pronta e já passou pelo primeiro beta reader. Pretendo lançar ainda um conto passado na Primeira Guerra Mundial e, talvez, um terceiro romance ambientado no mesmo universo. No entanto, já que você parece ter gostado de A Mão Que cria, solicito, se possível, que faça uma resenha sobre o livro no Skoob (http://www.skoob.com.br/livro/resenhas/23169/edicao:25169), no GoodReads (https://www.goodreads.com/book/show/4496042-a-m-o-que-cria?ac=1&from_search=true) ou – de preferência – no site da Amazon (https://www.amazon.com.br/gp/product/858605223X/ref=x_gr_w_bb?ie=UTF8&tag=x_gr_w_bb_br-20&linkCode=ur2&camp=1789&creative=9325). Agradeço antecipadamente.